Headlines

Publicado em: sexta-feira, 29 de março de 2013
Postado por Admin

Picada de cobra em cachorro o que fazer?


Saiba quais são os primeiros socorros para uma picada de cobra em cão, e salve a vida de seu animal de estimação!


No Brasil, de acordo com especialistas existem mais de 70 espécies de cobras venenosas, sendo que apenas algumas possuem certa importância em casos de acidente, como as corais, jararacas, surucucus e cascavéis. Cachorro e cobra é verdadeiramente uma combinação nada agradável, e pelo fato dos caninos serem curiosos e devido à aproximação para cheirar são geralmente picados na região do focinho, pescoço e peito. Gatos também podem ser picados por cobra, no entanto, devido o seu comportamento este tipo de acidente é menos comum.


Cobras mais comum e características de seu envenenamento


É de grande importância saber qual a espécie de cobra que picou o cachorro, e para isso é também preciso saber quais são os sintomas causados devido à picada, e dentre as mais comuns e que garantem riscos são:

∙Jaracaca: Esta é a serpente que mais causa acidentes no Brasil, sendo que existem diferentes espécies que habitam diversas regiões do país. Geralmente, as Jararacas alcançam o comprimento de 2 metros, e dentre os sintomas do envenenamento causado por esta encontram-se inchaço evidente, dor, manchas arroxeadas na pele ou dentro da boca, e sangramento, e em casos mais severos pode ter a presença de sangue na urina. Quanto as complicações, a picada de Jararaca em cachorro causa gangrena, bolhas ou abscessos, insuficiência renal aguda e descolamento da pele da região da picada.

∙Cascavel: Esta é a segunda serpente que mais causa acidentes, a qual pode chegar a medir 1,8 metros e tem uma característica morfológica típica, o chocalho na ponta da cauda. Os sintomas do envenenamento aparecem até três horas após a picada, e acomete principalmente o sistema neurológico, promovendo sinais neurológicos visíveis. O veneno da cascavel causa modificações na visão que pode ser visualizada com o caminhara abobado do cão, urina avermelhada que se torna mais escura com o passar do tempo e dor muscular. Sua complicação principal é a insuficiência renal.

∙Surucucu: Serpente que pode atingir até 4,5 metros de comprimento e é mais comum na região da Amazônia. Dentre os sintomas de seu envenenamento destacam-se a diarreia, o inchaço na região da picada, sangramento e vômito.

∙Coral: É difícil diferenciar as corais verdadeiras (venenosas) das falsas (não venenosas), vivem em tocas e aparecem em inundações, e seu veneno é muito potente, podendo levar o animal a morte em poucos minutos. O envenenamento por coral causa sinais neurológicos como dificuldade para abrir os olhos, dificuldade de deglutição, falta de ar e insuficiência respiratória aguda.



Picada de cobra em cachorro o que fazer?


Não é recomendado que você faça torniquete na região da picada, ao contrário do que diz o ditado popular, pois realizando o garrote você faz com que altas concentrações de toxinas fiquem no local da picadas, o que pode causar gangrena e consequentemente a perda do membro. Ainda, não aplique remédios caseiros sobre a picada, como fumo ou terra, pois tais substâncias podem irritar ainda mais o ferimento e causar infecção. E não corte o local da picada, já que o veneno da Jararaca causa hemorragia, e cortando a pele você irá agravar ainda mais o sangramento local.

Para certificar-se de que o cachorro foi picado por cobra, note que a região conta com marcas de dentes, inchaço, coloração arroxeada e muita dor. Os sinais podem variar de mais leve a mais grave de acordo com o tamanho da cobra, sua idade, se alimentou recentemente ou não. Então, o que fazer quando o cachorro foi picado por cobra? Mantenha o animal calmo e não deixe que ele se movimente muito, e caso o cão permita, coloque um saco plástico com gelo sobre o local da picada com a finalidade de reduzir ou conter o inchaço.

Caso o animal entre em choque (respiração acelerada, taquicardia (aumento dos batimentos cardíacos) e temperatura baixa), mantenha-o aquecido. Se você conseguir localizar o local da picada da cobra, procure realizar a limpeza da região com água oxigenada e aplique pomada antibiótica e encaminhe o animal para o veterinário o quanto antes para que ele receba o soro antiofídico específico, o qual é o único método eficaz para combater o envenenamento. Para solicitar soro antiofídico contra envenenamento de jararacas, surucucus e cascavéis entre em contato com o 0800 4007997.

Tags: Picada de cobra em cachorro o que fazer; Picada de cobra em cão o que fazer; Primeiros socorros para picada de cobra em cão; Primeiros socorros para picada de cobra em cachorro.

DIVISÃO
DIVISÃO COMPARTILHE
DIVISÃO DEIXE SEU COMENTÁRIO

Fan-Page

Pets & Dicas

Matérias + Vistas

Click Fantástico